Praia Grande sedia encontro regional dos profissionais do Nasf

Evento da saúde aconteceu na Usafa Noêmia

14/4/2023

Por Rodrigo Herrero

Praia Grande recebeu nesta quinta-feira (13) o encontro regional dos profissionais do Núcleo Ampliado da Saúde da Família na Atenção Básica (Nasf-AB) da Baixada Santista. O evento foi uma oportunidade de reforçar os laços entre as equipes que atuam nos municípios da Região e compartilhar experiências, buscando fortalecer novamente os núcleos que tiveram sua atuação afetada por conta da pandemia da covid-19.

Profissionais de Praia Grande, Santos, São Vicente, Guarujá e Peruíbe se reuniram na Unidade de Saúde da Família (Usafa) Noêmia, no Bairro Tupi. Entre os temas abordados estiveram as ações que estão sendo desenvolvidas em cada município, as dificuldades enfrentadas diante de um cenário pós-pandemia e oportunidades de potencializar novamente as ações do Nasf de maneira integrada.

O Nasf-AB desenvolve um papel importante no apoio aos atendimentos realizados na Atenção Primária, atuando em conjunto com as Unidades de Saúde da Família (Usafas). O trabalho do Nasf em Praia Grande é referência na Baixada Santista. O Município conta com profissionais de pediatria, ginecologia, psicologia, fisioterapia, educação física, assistência social e nutrição.

“Com a pandemia, os municípios necessitaram desses profissionais para dar suporte em outras áreas e o Nasf foi temporariamente desmontado na Região. Mas depois do período mais agudo da pandemia as equipes retomaram o atendimento e, recentemente, o DRS-IV nos ligou pedindo que retomássemos o contato regional para entender a situação atual de cada local, pois tem muitos profissionais novos, porém, em algumas cidades o Nasf foi descontinuado. Mas Praia Grande continua, tanto que o Nasf do Município é referência na Região como equipe potente e resolutiva e, por isso, sediou o encontro”, explica a pediatra Kátia Mara Mendes Ferreira Santos, coordenadora do Núcleo Ampliado da Saúde da Família na Atenção Básica (Nasf-AB) de Praia Grande.

Segundo Roseli Domingues Rodrigues, articuladora da Atenção Básica do Departamento Regional de Saúde da Baixada Santista (DRS-IV), o encontro é uma chance importante para escutar os profissionais, perceber as demandas e levar propostas para os gestores. “Estamos com novos governos no Estado de São Paulo e no Brasil, também temos uma nova direção no DRS-IV, então, são caminhos que a gente pode seguir de forma diferente”, destaca.

Para a psicóloga do Nasf em Guarujá, Beatriz Borges de Oliveira, o evento foi positivo. “É importante esse encontro para fortalecer as equipes e a gente ver que não estamos sozinhos, podemos compartilhar as dificuldades e perceber que não é algo próprio de cada município, as dificuldades estão em todas as cidades e juntos a gente pode fazer algo para resolver e melhorar”, afirma.

Saúde da família – Um dos elementos de maior destaque nos debates do encontro foi a importância do trabalho do Nasf dentro da Estratégia de Saúde da Família (ESF). Essa parceria e o trabalho desenvolvido pelas equipes de saúde da família nas comunidades fortalecem as ações de promoção à saúde e prevenção de doenças, que impactam positivamente na população e em todo o sistema de saúde.

“A gente compreende a importância da estratégia de saúde da família que é estar próxima da população, ter um vínculo com a comunidade. As pessoas são compostas de muito mais que doenças, têm todo um contexto, e trabalhar isso com os diversos saberes é importantíssimo. O Nasf é um trabalho desenvolvido junto à saúde da família. Então, estamos aqui compartilhando a forma como cada Nasf trabalha para que a gente possa alinhar esse trabalho que é tão potente”, comenta a assistente social do Nasf de Santos, Nadia Alexandre de Souza.

“É fundamental esse encontro como uma retomada para cada vez mais a gente olhar para a Estratégia de Saúde da Família. Penso que a pandemia trouxe uma mudança na forma de agir e hoje há necessidade de recuperar o olhar integral que a saúde da família faz. E o papel do Nasf é fundamental, porque ele qualifica e possibilita as ações no sentido de compartilhamento, de interação e articulação com as outras políticas públicas, de discussão e aprofundamento de casos, então, acredito que um encontro regional só colabora para que cada vez mais a Região se mobilize para qualificar essa estratégia”, complementa a psicóloga do Nasf de Praia Grande, Dorian Rojas.

O próximo encontro foi agendado para o dia 15 de junho, também em Praia Grande.