Porto do Saber abre inscrições para concurso de Poesia Falada

Ação é voltada para pessoas acima de 16 anos

Data de publicação: 16/8/2013

Foto Indisponivel

O Porto do Saber abre inscrições, na próxima segunda-feira (19), para o Concurso Cultural Professora Leni Morato de Poesia Falada. Cada concorrente pode participar com um poema, de liberdade temática. O critério a ser levado em conta pelos jurados para as notas será a interpretação pública da poesia. Portanto, o poema não precisa ser inédito, nem necessita ser de autoria do participante.

Os interessados devem se inscrever até o dia 13 de setembro no Porto do Saber (Avenida São Paulo, nº 100, Boqueirão), das 9 às 18 horas. No ato da inscrição, devem apresentar quatro cópias do poema que irão defender no palco. A inscrição é gratuita.

Todos os inscritos interpretarão seu poema em evento público programado para o dia 19 de setembro, às 18 horas, no Porto do Saber. O corpo de jurados será composto por convidados ligados às diversas áreas das artes. Os vencedores serão anunciados após todas as apresentações e premiados com medalhas e/ou troféu.
O concurso é uma homenagem à professora Leni Morato, que foi ativista cultural e artista em Praia Grande por várias décadas. “Ela costumava reunir os amigos em sua casa para recitais de poesias. Fazia isso com muita freqüência e, ao final do ano, premiava o melhor intérprete com um troféu chamado Catraca de Ouro, que ela mesma fazia a partir de catracas de bicicletas. Era muito autêntica, uma agitadora cultural com alma generosa de artista. O troféu que estamos preparando também será chamado ‘Catraca de Ouro’, em mais uma homenagem à ela”, disse o chefe da Divisão de Cultura e responsável pelo Porto do Saber, Renato Paes, que coordena o concurso cultural, em conjunto com a poetisa Ludimar Molina e o professor Carlos Roberto Massoni, fomentadores culturais e admiradores de Leni.

Histórico – Nascida em 1938, Leni Morato chegou com sua família em Praia Grande em 1972, aos 34 anos. Casada e mãe de quatro filhos, Leni era professora de Ensino Fundamental e de Música. Leitora voraz, musicista, apaixonada por teatro, cinema, História e museus de arte, era também interessada em desenho e arte visual. Formou o Teatro do Estudante Praia-grandense (TEP), promovia grupos de discussão de jovens, espetáculos musicais apresentados em clubes da cidade, grupos de reflexão sobre temas diversos, saraus musicais e literários, entre várias outras iniciativas de fomento à cultura na Cidade. Morreu em 2005, aos 67 anos.


AGÊNCIA DE NOTÍCIAS: Acesse também nosso conteúdo através do Facebook e do site da Rádio do Paço. Veja também o Banco de Imagens.